Dr. Alvaro Vitor participou do 3º Simpósio Multidiciplinar na Obesidade

O III Simpósio Multidisciplinar na Obesidade aconteceu nos dias 13 e 14 de março de 2015 e foi um sucesso, reuniu psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, além de médicos especialistas em endocrinologia, cirurgia vascular, cirurgia bariátrica e cirurgia plástica. A obesidade é considerada uma epidemia e hoje a obesidade infantil cresce assustadoramente, atingindo 40% das crianças e adolescentes em Goiânia.

A mudança no estilo de vida e o tratamento das angustias existenciais são necessárias para controle da obesidade de adultos e adolescentes. Saber onde, com quem, como e o que o obeso come fazem parte da avaliação clínica. Medicamentos como Sibutramina para casos selecionados, Orlistat, Bupropiona, Topiramato e Naltrexona estão entre as drogas com maior eficácia para obesidade, mas tem indicações específicas.

A obesidade com aumento excessivo da cintura abdominal é a mais perigosa, sendo chamada de obesidade em maçã, diferente da obesidade em pêra, onde a circunferência abdominal é menor que a circunferência do quadril. A obesidade em maçã pode levar com mais freqüência a diabetes, hipertensão arterial, dislipidemia (alterações de colesterol e triglicérides), infarto do miocárdio e morte dos pacientes obesos mórbidos com síndrome metabólica. A cirurgia bariátrica é indicada para obesos mórbidos com insucesso ao tratamento clinico, melhorando o diabetes e as outras comorbidades.

A trombose venosa profunda que pode levar a morte por embolia pulmonar deve ser prevenida em todas as cirurgias bariátricas, plásticas, ortopédicas, ginecológicas, gerais etc.
O paciente deve ser acompanhado periodicamente e suplementado com ferro, vitamina B12, vitamina D, e às vezes Cálcio, Zinco etc. Após redução de peso e sua manutenção em torno de 18 a 24 meses pode ser realizado a cirurgia plástica. Geralmente inicia-se com a abdominoplastia, às vezes em âncora ou circunferencial, quando associa a cirurgia no dorso. A cirurgia para flacidez de braços, coxas e mamas, também são muito procuradas.

As técnicas cirúrgicas apresentam algumas modificações e são muito empregadas para colocar o ex-obeso ao convívio social e facilitar a atividade física, além de melhorar a auto-estima e ajudar a manter o resultado atingido com a cirurgia bariátrica.